Textos para reflexão

Encontro sobre o Acordo Ortográfico na Academia das Ciências – primeiras observações

Publicado por a 14/03/2017 em Textos para reflexão | Comentários desligados

Enquanto membro da Associação de Professores de Português, participei no encontro sobre o Acordo Ortográfico que a atual direção da Academia promoveu. A iniciativa, realizada para discutir um importante aspeto da nossa cultura, é louvável e os presentes, ao que me parece, na sua generalidade, oponentes ao Acordo, estão de parabéns. O facto de estar pouca gente não é imputável nem à instituição nem à importância do tema, mas a dificuldades inerentes a eventos deste nível de exigência, pois já estive em encontros de grande qualidade com muito parca assistência. Se estão em causa ou não os...

Ler mais

Encontro de Profissionais da Escrita na Academia das Ciências : comunicação da Presidente da APP, Edviges Ferreira

Publicado por a 13/03/2017 em Textos para reflexão | Comentários desligados

Exmo. Sr. Doutor Artur Anselmo, presidente da Academia das Ciências de Lisboa, Dra. Ana Salgado, ilustres membros da mesa, caros colegas: A APP quer agradecer o convite que lhe foi feito para participar neste encontro promovido pela Academia das Ciências para um debate sobre o Acordo Ortográfico.  Assim, a minha comunicação conterá um breve preâmbulo, uma contextualização história da questão ortográfica, visando a implementação do acordo e as consequências de um retrocesso. A APP ficou surpreendida, quando foi interpelada sobre uma possível mudança no acordo, promovida pela Academia das...

Ler mais

O Acordo Ortográfico entre aspas

Publicado por a 10/03/2017 em Textos para reflexão | Comentários desligados

Vi de novo o Artur Anselmo a colocar o Acordo Ortográfico entre aspas. Sempre pensei que o dito documento é um texto legal aprovado no nosso parlamento. Por isso, não entendo onde estão as aspas: na validade legal (inconstitucionalidade?), no acordo (seria um desacordo?) ou no adjetivo “ortográfico” (seria antes um acordo disortográfico?). Enfim, cabe ao presidente da Academia das Ciências de Lisboa, a instituição que nos pôs este tratado nas mãos, dizer porque põe aspas no trabalho dos seus colegas. Mesmo que o novo presidente da academia tenha votado de vencido, não sei como...

Ler mais

EDUTALKS: O valor da educação

Publicado por a 13/12/2016 em Textos para reflexão | Comentários desligados

A 7 de dezembro, na Universidade de Coimbra, realizou-se uma sessão de “EDUTALKS”, uma conferência destinada a divulgar resultados de investigações no campo da educação, como parte do projeto EDULOG, uma iniciativa da Fundação Belmiro de Azevedo para a educação. A parte mais significativa da sessão consistiu na apresentação de uma investigação[1] sobre como os portugueses percecionam o valor da educação por Orlanda Tavares, investigadora do CIPES[2] e do A3ES[3]. Esta exposição foi precedida por uma introdução a cargo de Madalena Alarcão, vice-reitora da Universidade de Coimbra. Após a...

Ler mais

O contributo do ensino do português para o “Currículo para o Século XXI”

Publicado por a 17/05/2016 em Textos para reflexão | Comentários desligados

Competências, conhecimentos e valores numa escolaridade de 12 anos Participação da APP na conferência Currículo para o Século XXI… (30 de abril de 2016) Os programas de Português atravessaram um período turbulento nos últimos anos em que foram o lugar de confronto de diferentes conceitos ideológicos, culturais e pedagógicos. Depois de 17 anos sem alterações formais, em 2009, foi publicado um novo programa para o ensino básico cuja orientação foi contestada pelas “metas curriculares” de 2012, transformadas em programa oficial em 2015. No ensino secundário, houve também mudança e...

Ler mais

Equívocos (de Regina Rocha) sobre metas e programas de Português

Publicado por a 20/04/2016 em Textos para reflexão | Comentários desligados

Este artigo é um comentário a “Um ensino por metas” publicado no jornal Público, a 12 de Abril de 2016. O primeiro equívoco está presente no título que sugere que o texto se insere numa polémica a respeito da utilização de metas. É que o que está em questão não são as metas, objetivos ou descritores em si, mas sim, especificamente as atuais metas curriculares de Português para o ensino básico. Esta generalização esconde o facto de a publicação do dito documento ter ocorrido quando estava em vigor um programa de Português que era contrariado por essas metas. Ora um conjunto de objetivos ou é...

Ler mais