“Em abril, leituras mil”, com o LER CONSIGO 2015

Publicado por a 13/03/2015 em Notícias | Comentários desligados

“Em abril, leituras mil”, com o LER CONSIGO 2015

(Consultar o histórico: 2004-20122013; 2014)

Em abril de 2015, a APP editou mais uma vez o Ler Consigo, uma iniciativa que se renova desde 2004, o primeiro ano de realização deste Projeto. Nesta edição de 2015, divulgamos uma concretização do Ler Consigo, realizada em novembro de 2014.

O Ler Consigo mantém o grande objetivo que lhe deu origem, o de valorização da leitura, através da participação de diferentes elementos da comunidade, No projeto,  os professores convidam pessoas exteriores à turma e, de preferência, à escola, para lerem um ou mais textos na sala de aula, na biblioteca ou num outro espaço da escola, promovendo junto dos alunos e da sociedade a ideia de que ler, contar, partilhar leituras é importante. O convidado poderá ser o pai, a mãe, o agente da Escola Segura, o dono da livraria mais próxima, o varredor da rua, o pároco, o presidente da Junta de Freguesia, o artista, o bombeiro, ou outra pessoa qualquer. Se o convidado não tiver o Português como Língua Materna, poderá ler na sua língua e depois fazer uma tradução do texto.

Solicitamos aos docentes que decidam participar com as respetivas turmas, a partilha da experiência levada a cabo na escola onde lecionam ilustrando-a, se possível, com imagens.

O texto relativo ao projeto  a enviar à APP  - aprofport@app.pt – deverá conter uma breve apresentação do/s leitor/es escolhidos e, caso se torne viável, a inclusão de um relato coletivo dos alunos, no qual deem conta da forma como decorreu a iniciativa.

Contamos consigo!

**********************************************************************************************

A LEITURA
(brechtiana)

Não te deixes enrolar!
És tu quem tem de pagar…
Põe o dedo em cada letra.
Pergunta: «- Por que está ‘qui?»

Alexandre O’Neill (19981),  As horas já de números vestidas

**********************************************************************************************

Eu leio… e gosto – “Leituras mil” na Escola Secundária de Latino Coelho, (em Lamego)

DSC03987No dia 20 de novembro de 2014, realizou-se, na biblioteca da Escola Secundária de Latino Coelho, em Lamego, uma atividade de incentivo à leitura, destinada à turma F do 8.º ano.

A convite das professoras Ana Teresa Martins e Margarida Dias, os alunos Ana Carolina Martinho, Ana Rita Pereira, Ana Rita Tavares, Daniel Maravilha, Jorge Costa e Miguel Lacerda (12.º A e 12.º C) falaram da sua relação com a leitura, das obras que mais lhes agradam e do papel insubstituível que os livros têm na vida das pessoas.

No final das comunicações, a professora Paula Oliveira referiu a importância da biblioteca como centro de recursos e alertou para a necessidade da frequência regular desse espaço.

Em seguida, os alunos, orientados pelas

DSC03990

professoras presentes, “mergulharam” nas estantes da biblioteca e alguns requisitaram livros para leitura domiciliária.

O entusiasmo e o empenho dos oradores, o interesse dos textos por eles produzidos, o modo como conseguiram cativar os ouvintes e as requisições feitas por estes são pontos fortes desta iniciativa.

**********************************************************************************************

Mistério na sala L7

APP_LerConsigo_2015_5anoLapias2

No dia 23 de abril,  a turma D do 5.º ano participou no Projeto Ler Consigo da APP.

Nesse dia, a professora Filomena Viegas, da direção da APP,  veio à aula de Português, às 8h30, para ler uma história. Porém, entusiasmou a “plateia” e leu mais uma…

Primeiro, apresentou o  livro Casos do Beco das Sardinheiras e também o autor, Mário de Carvalho, que ainda ninguém na turma conhecia. Até alguém perguntou se ele ainda era vivo. Então, a professora projetou uma fotografia deste autor, tirada há pouco tempo. A seguir,  leu dois contos de Casos do Beco das Sardinheiras:  “O tombo da Lua” e “Aquela corda”. Os alunos preferiram o segundo conto  devido ao mistério que envolvia a origem da corda e porque esta ficava cada vez mais pequena a baloiçar no ar…

Depois da leitura, todos pensaram sobre o significado da frase “Não se deve confundir género humano com Manuel Germano”, que aparece nos dois contos.  Chegou-se à conclusão q

APP_LerConsigo_2015_5anoLapias1

ue a frase significa “Não se devem fazer generalizações nem juízos de valor apressados”…

No final,  foi a vez de toda a turma apresentar alguns trava-línguas e a lengalenga “ A velha e a bicharada”. Os alunos gostaram da presença da convidada especial, apreciaram as histórias contadas e esperam repetir a experiência, para conhecer outras histórias de autores desconhecidos.

Agrupamento de Escolas Lapiás, abril de 2015