Projeto Ler consigo: Apontamentos de 2018

Publicado por a 18/06/2018 em Agenda, Atividades, Projetos | Comentários desligados

[Histórico do projeto Ler consigo2004-201220132014; 201520162017]

Momentos significativos  da  edição de 2018 do Ler consigo

  1. O primeiro apontamento diz respeito aos ateliês de leitura e criatividade, no 1.º ciclo do Ensino Básico e no pré-escolar,  promovidos pela Biblioteca escolar da EB e JI da Várzea de Sintra e enquadrados pelo referencial “Aprender com a Biblioteca Escolar”, no plano da literacia da leitura, em articulação com a literacia matemática e a expressão plástica.  Agradecemos à professora Cristina Calado o relato e a partilha de atividades desenvolvidas nestes ateliês. A informação completa encontra-se aqui.  

2. O segundo apontamento diz respeito à atividade «Voluntários da Leitura», envolvendo          as turmas 10º A, D, E e G da Escola Secundária de Albufeira, que aceitaram o desafio da  professora coordenadora Fernanda Lamy,  membro da equipa da biblioteca, de realizar ao longo do ano letivo atividades promotoras da leitura. Articularam-se, assim, com a BE e o trabalho desenvolvido na disciplina de Português com turmas da professora coordenadora. Interrelacionaram-se também com i) outros professores, de Português e/outras disciplinas; ii) outras estruturas da escola (Associação de Estudantes, Associação de Pais, …); iii) outros projetos existentes (Plano Nacional de Cinema, por exemplo); iv) estruturas exteriores à escola (como o Plano Nacional de Leitura e a RBE para o Concurso Nacional de Leitura, as bibliotecas organizadoras do Concurso Literário de Sophia de M. B. Andresen ou a Editora Caminho-Leya, para o concurso “Uma aventura”) e v) as TIC, promovendo sinergias, para “dar voz” aos alunos. Algumas das atividades desenvolvidas no âmbito do projeto, cuja partilha agradecemos à professora Fernanda Lamy,  podem ser visionadas aqui

3. O terceiro apontamento intitula-se «Estamos atentos à leitura?» e insere-se na «Semana da Leitura», iniciativa lançada pela Rede de Bibliotecas Escolares, em parceria com o PNL e que teve lugar em março do presente ano. A atividade foi desenvolvida com alunos do 3.º ciclo (7.º e 8.º anos), na biblioteca escolar da Escola EB 2/3 Dr. Rui Grácio, em Montelavar, concelho de Sintra. 1)      – Numa primeira fase,  aos alunos são interpelados, a fim de informarem o grupo se guardam na memória breves mensagens, presentes no trajeto diário para a escola (nomes de ruas; frases e imagens nas paredes; sinais de trânsito, entre outras). De seguida, a professora bibliotecária projeta algumas imagens, convidando à reflexão sobre a questão inicial. paula_1   2)      – Após o levantamento de opiniões, é apresentada aos alunos, com o título «Ninguém está a olhar», uma segunda imagem. paula_2 Na etapa seguinte e, com base, na fotografia projetada, são distribuídas folhas em branco, sendo lançado o desafio para, em trabalho de pares, selecionarem um graffiti e registarem impressões através da imagem ou da palavra. A tarefa tem a duração de cinco minutos.   3)- Passa-se à palavra integrada no objeto – o livro, escutando a leitura da história Medo do quê?, lido pelo autor, Rodrigo Abril de Abreu, e a sua filha.   paula_0                         4)-  Numa etapa seguinte, dá-se ênfase à análise metalinguística/poética (denotação/conotação) do vocábulo “coragem”, remetendo os alunos para as abreviaturas que acompanham a palavra. paula_3 5)- Com o objetivo de que os alunos interiorizem a riqueza tradicional da sua língua e de como ela está sujeita a constantes transformações, são lembrados contos da infância (Oralidade).

6)- De seguida, são apresentadas versões contemporâneas de diferentes contos A História do Capuchinho Vermelho P’los Toranja, A História da Carochinha P’los GNR e O Lobo Mau e os Três Porquinhos por Pedro Abrunhosa, lidas pelos alunos.

7)- Com o objetivo de transformar a  leitura num momento apelativo, criador e inovador, a  audição cantada desses mesmos contos.

8)- A leitura termina com textos de diferentes tipologias: texto informativo; receita culinária; posologia de um medicamento, trava-línguas, sendo as atividades  apresentadas em gradação crescente de complexidade, como ilustram os trava-línguas.

paula_4 paula_5 paula_6 A atividade foi participada e decorreu durante a Semana da Leitura, que teve lugar entre 5 e 9 de março de 2018. Agradecemos à professora bibliotecária, Paula Ferreiro, a partilha deste trabalho que se insere no âmbito do «Ler Consigo». Sabemos que esta foi uma das diversas atividades dinamizadas na Escola EB 2/3 Dr. Rui Grácio ao longo do ano letivo.

Recursos:

Leitura de diferentes tipologias de texto

Três contos tradicionais cantados

Três diferentes versões de contos tradicionais

Medo de quê? de Rodrigo Abril Abreu